Em destaque

O PET Geografia da Ufac

        O PET é desenvolvido por grupos de estudantes, com tutoria de um docente, organizados a partir de formações em nível de graduação nas Instituições de Ensino Superior do País orientados pelo princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão e da educação tutorial.

        O grupo PET, uma vez criado, mantém suas atividades por tempo indeterminado. No entanto, os seus membros possuem um tempo máximo de vínculo: ao bolsista de graduação é permitida a permanência até a conclusão da sua graduação e, ao tutor, por um período de, no máximo, seis anos, desde que obedecidas as normas do Programa.

          O Programa de Educação Tutorial foi oficialmente instituído pela Lei 11.180/2005 e regulamentado pelas Portarias nº 3.385/2005, nº 1.632/2006 e nº 1.046/2007. A regulamentação do PET define como o programa deve funcionar, qual a constituição administrativa e acadêmica, além de estabelecer as normas e a periodicidade do processo de avaliação nacional dos grupos.
A Portaria 976/2010 trouxe inovações para a estrutura do PET como, por exemplo, a flexibilização e dinamização da estrutura dos grupos, a união do PET com o Conexões de Saberes, a definição de tempo máximo de exercício da tutoria, a aproximação com a estrutura acadêmica da universidade e a definição de estruturas internas de gestão do PET.

Mais informações em: http://portal.mec.gov.br/pet/pet

Evento

LITERATURA E DIREITOS HUMANOS

O objetivo deste seminário é a discussão de temas caros à Literatura e aos Direitos Humanos. Para tanto, buscaremos refletir sobre a função dos Direitos Humanos na contemporaneidade; identificar distintas práticas de violência que contradizem e desrespeitam a Declaração Universal dos Direitos Humanos; atentar para o modo como as práticas condizentes aos Direitos Humanos são representadas em obras literárias.

Inscrições abertas!

https://www.even3.com.br/selidh2020/

LIVE: O ENSINO REMOTO NO ACRE E OS DESAFIOS DE ENSINAR E APRENDER

Mestrado em Geografia da Ufac

Palestrantes:

Evelyn Veras

Título da fala: “Ensino remoto no Acre: perspectivas e desafios na Educação Básica.”

Professora de Geografia dos anos finais do Ensino Fundamental e Coordenadora Pedagógica de EJA. Graduada em Licenciatura em Geografia pela Ufac e Pós-graduada em Gestão escolar e Direito educacional.

Lucilene Almeida

Título da fala: Educação e desigualdades: um cenário acelerado pela pandemia?

Docente do curso de Geografia Licenciatura e Bacharelado e do Programa de Pós-Graduação Mestrado em Geografia da Universidade Federal do Acre

Elverenice Vieira da Silva

Título da fala: Ensino remoto e os desafios na formação integrada no Vale do Juruá.

Professora do Instituto Federal do Acre, campus Cruzeiro do Sul. Graduada em Geografia Licenciatura e Mestre em Educação, ambas pela Universidade Federal do Acre. Coordenadora do Curso Técnico em Agropecuária. Pesquisa em áreas da Educação do Campo e questões ambientais na Amazônia.

VII NORTEPET

GDT 1: Atividades no PET como meio de Ressocialização


O objetivo é discutir o papel do PET enquanto meio de promoção da inclusão social. Quando se fala em ressocialização vem logo a ideia da inclusão social de apenados. Mas a ressocialização tem um significado maior que não pode ser delimitado por apenas uma categoria. Nesse caso, o PET deve pensar ações que ajudem na ressocialização de pessoas que estão sofrendo com as desigualdades sociais. Enfim pensar na ressocialização como
instrumento de promoção daquelas pessoas que estão à margem e que precisam de auxílio
para voltarem a ter o sentimento de pertencimento.
Segundo o Manual de Orientações Básicas o objetivo geral expressa o compromisso social do PET “promover a formação ampla e de qualidade acadêmica dos alunos de graduação
envolvidos direta ou indiretamente com o programa, estimulando a fixação de valores que
reforcem a cidadania e a consciência social de todos os participantes e melhoria dos cursos
de graduação (grifo nosso)” (p. 7).


Pautas
– Atividades de ensino, pesquisa e extensão voltadas à inclusão social;
– Alinhamento de ações entre grupos PET de diferentes locais e objetivos;
– Discuti temas éticos, sócio-políticos, científicos e culturais para a promoção da
ressocialização;
– Construção de ações coletivas da Região Norte.